Reflexões e Pontos de vista…

Reconhecer que todos e cada um de nós tem apenas um único ponto de vista, e um único ponto de referência para perceber, tentar entender, e interagir com o universo…

Essa é uma proposição essencial, para o processo de individuação/auto-conhecimento (Ou Iluminação. Mais sobre isso outra hora), embora difícil de alcançar e até perigoso de encarar…

Corremos o risco de tornarmo-nos egoístas/egocêntricos em excesso, mesmo que, em essência, esse reconhecimento implique em nos descobrirmos nesse estado!

Como sempre, o excesso, ou falta, são os verdadeiros “pecados“… Falta de perspectiva, principalmente, neste caso…

Perspectiva é necessária para entender que por ser impossível “colocar-se no lugar” dos outros, simplesmente por não sermos outros e sim, nós, temos que compreender as diferenças de como os outros lidam com as situações e sentimentos, saber que eles também não podem “imaginar-se em nossa situação” e que portanto, não podemos “cobrar” esse ou aquele comportamento ou posição, nem ser cobrados em troca, em situações de cunho pessoal…

Não é lógico, ou sensível, querer impor padrões (salvo, claro, o princípio básico de não interferir na vontade alheia, sem necessidade) relativos a prazer, ou felicidade…

O que me dá prazer, pode ser entediante pra você…

O que me traz felicidade, pode ser indiferente, ou dispensável para outrem…

Não há “receitas de bolo“, as possibilidades são infinitas, e talvez seja esse o problema: ainda temos a “mentalidade de aldeia” (como citei em um dos últimos posts do predecessor deste blog), talvez pensar nas possibilidades infindas, na diversidade que a (também nossa) Natureza pede, seja assustador e por isso tendemos a criar “padrões aceitáveis“, esperados e tranqüilizadores, que paradoxalmente são alimentados por nossa natureza egocêntrica, que em uma de suas facetas, clama por controle, que exercemos mutuamente uns sobre os outros, seguindo esses “padrões“…

Bem… só pensando…

Anúncios
Comentários desativados em Reflexões e Pontos de vista… Enviado em Uncategorized

E por falar em Charmed…

Cole’s back!!!

Um personagem muito interessante, dentro da mitologia do Charmed Universe, voltará para o episódio especial número 150

Sua aparição (ele foi destruído/banido/vanquished no centésimo episódio), será em uma espécie de Limbo, e aparentemente será o “bom” Cole…

Considerando que o ator Julian McMahon estrela uma série de sucesso, no momento, é improvável que sua participação seja maior, o que não impede, claro, dependendo do retorno dos fãs, que ele volte como um personagem recorrente como o de Charisma Carpenter (The Seer/A Vidente),famosa por sua atuação como Cordelia em Buffy e Angel

Comentários desativados em E por falar em Charmed… Enviado em Uncategorized

Por e-mail…

Evito usar nesse espaço coisas recebidas por e-mail, mas recebi isso, inusitadamente resolvi ler, e achei interessante. Transcrevo abaixo levemente reescrito por mim:


O Idiota

Conta-se que numa pequena cidade do interior, havia um grupo de pessoas que se divertia com o idiota da aldeia. Era um pobre coitado de pouca inteligência, que vivia de pequenos biscates e esmolas.



Diariamente eles chamavam o bobo ao bar onde se reuniam e ofereciam-lhe
a escolha entre duas moedas – uma grande de 400 réis e outra menor, de 2 mil réis. Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.



Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o, em particular, e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.




– Eu sei – respondeu o não tão tolo assim – Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda.

Podem-se tirar algumas interessantes conclusões dessa pequena narrativa:

  1. Quem parece idiota, nem sempre é.
  2. Quais eram os verdadeiros tolos da história?
  3. Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.



Mas a conclusão mais interessante, talvez seja a percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.
Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas o que, e quem, realmente somos.

Comentários desativados em Por e-mail… Enviado em Uncategorized

OK… Não está tão ruim asim…

O velho Murphy deu uma trégua…

Alguma possibilidades interessantes acontecem, em meio ao Caos

Mas, enfim, Caos é isso: probabilidades e possibilidades ilimitadas, infindas, algumas interessanes outras não…

Hora de dormir, não dá pra abusar ainda com o novo horário…

Música na minha rádio Y! Launch:

Femme Fatale

(The Velvet Undergorund & Nico)

Here she comes, you better watch your step

She’s going to break your heart in two, it’s true

It’s not hard to realize

Just look into her false colored eyes

She builds you up to just put you down, what a clown



‘Cause everybody knows (She’s a femme fatale)

The things she does to please (She’s a femme fatale)

She’s just a little tease (She’s a femme fatale)



See the way she walks

Hear the way she talks

You’re put down in her book

You’re number 37, have a look

She’s going to smile to make you frown, what a clown

Little boy, she’s from the street

Before you start, you’re already beat

She’s gonna play you for a fool, yes it’s true



‘Cause everybody knows (She’s a femme fatale)

The things she does to please (She’s a femme fatale)

She’s just a little tease (She’s a femme fatale)

See the way she walks

Hear the way she talks

Comentários desativados em OK… Não está tão ruim asim… Enviado em Uncategorized

Sem paciência…

Alguém deve ter me amaldiçoado: “The DNS Hosting Curse”



Começo a me sentir o Holandês Voador da Hospedagem… Não consigo ficar com um domínio no ar direto por mais de três dias!!!



Os [insira aqui sua imprecação favorita] dos provedores sempre tem algum problema de resolução de nomes!!!



Incompetência deveria ser punida com morte… e por tortura

Comentários desativados em Sem paciência… Enviado em Uncategorized