Insatisfação…

Estou com uma certa insatisfação quanto a meu escrever…

Releio os arquivos do Contexto e penso: “onde está esta pessoa, que escrevia com tanta desenvoltura sobre quase tudo?”

Falta inspiração? Será que a vida anda tão tediosa (fazendo aquela cara que você tão bem conhece, Mozinho)?

Enfim, resolvi: vou revisitar alguns tópicos daqueles arquivos, só para me exercitar, e também para saber se, e como, minha opinião e sentimentos em relação aqueles assuntos evoluiu…

Enquanto isso, ficam aqui dois poemas, mantendo o clima, recitados por Ana Carolina no show Estampado – Um Instante que Não Pára:


Poema de Benjamin Constant

“Todo sentimento precisa de um passado para existir
O amor não, ele cria como por encanto um passado que nos cerca
Ele nos dá consciência de havermos vivido anos à fio com alguém que há pouco era quase um estranho
Ele supre a falta de lembrança por uma espécie de….mágica”

Poema E.E Cummings

“Eu gosto do seu corpo
Eu gosto do que ele faz
Eu gosto de como ele faz
Eu gosto de sentir a forma do seu corpo, dos seus ossos
E de sentir o tremor firme e doce de quando eu lhe beijo
E volto a beijar, e volto a beijar, e volto a beijar….”

Anúncios

Os comentários estão desativados.