Arrumando Lembranças…

Tenho andando ocupado arrumando o depósito apartamento em que morei com minha mãe e depois sozinho, para podermos colocá-lo para alugar…

Muitas, mas muitas coisas já foram e serão jogadas fora. Coisas pessoais, papéis, enfim objetos que em última análise são focos para evocar lembranças…

E estou descobrindo como é fácil me livrar destas coisas, que jamais sequer tentei arrumar “de verdade”.

Descobri que as memórias que ficaram, ainda estão comigo, independente dos objetos. E que muitos nada mais evocam, as lembranças do que quer que representavam ou deviam representar há muito se foram…

Creio que sempre me apeguei a estes objetos para tentar manter as memórias, mas foi inútil. Sem ter real importância, elas se vão, ou permanecem como lembranças “estéreis”, sem emoção

Quase quarenta anos neste mundo e tão pouco que realmente valeu a pena guardar.

Minhas emoções são totalmente “8 ou 800”, e muito poucas vezes “800”

Anúncios

3 Respostas para “Arrumando Lembranças…

  1. Oi more!Post com um tom melancólico, mas absolutamente compreensível pra mim. Primeiro, porque eu faço parte das pessoas que eliminam objetos e guardam apenas as lembranças. Segundo porque tenho acompanhado todo esse seu processo e sei que tem sido difícil aí dentro de vc!Ao final valerá a pena, vc vai ver!bjs

  2. É… Eu tbm tenho disso… eu me apego as coisas, depois percebo que nem estou tão apegada assim… pq simplesmente deixo as coisas irem (exatamente pq elas são meros objetos, não significam mais nada).Te ligo hj…Beijos!

  3. Sou como Marcinha, guardo poucas lembranças em papel e objetos, mas conheço você. Fico feliz vendo você ter facilidade em se livrar da “tralha toda” e guardando as lembranças no lugar certo, na lembrança!!Beijos!!