Elite Squad

Minha amiga Jade, escreveu aqui que não viu Tropa de Elite e que não precisa ver (vai lá ler no contexto, eu espero)…

(…)

Eu concordo que não precisa ver… aliás, a gente só precisa fazer o que é essencial à vida (respirar, comer, excretar, etc.) e nem pensa muito nisso…

Mas falando especificamente de Elite Squad (o título lá pros gringros)… É “O” filme!!! Talvez o melhor filme brasileiro que vi em muito tempo. E com certeza um dos melhores filmes que já assisti e ponto.

Superprodução com custo de aproximadamente R$ 11 milhões, efeitos especiais de primeira (que não dá pra ver integralmente na versão que circula pelas interwebs), especialistas internacionais em cinema de ação e ainda tem Wagner Moura sem Lázaro Ramos… Além de um forte conteúdo de crítica social. Não que eu seja, para citar o filme, “um riquinho com consciência social” (consciência e dinheiro são artigos meio raros na minha bula pessoal), mas é um ponto forte do filme, que justifica a violência constante e “pesada”

Enfim, como dizia o Roger do Ultraje: “Eu recomendo”

Powered by ScribeFire.

Anúncios

5 Respostas para “Elite Squad

  1. É eu disse que não preciso ver prá saber a merda que é a nossa sociedade, mas ouvi falar muito bem do filme, tô como o Sujeito Oculto, não sei se espero no cinema ou vejo logo em edição especial!! hehehehe!!Mas as produções brasileiras estão cada vez melhores!!Beijos!!

  2. Olá pessoal. Como europeu gostava de deixar aqui uma opinião. Eu já vi o filme (não resisti e saquei da net, mas tal como Cidade de Deus e Carandiru, se estrear em Portugal, vou ver ao cinema e vou comprar o original). Não concordo quando se fala nestes filmes como trio da desgraça, são sim, 3 dos melhores filmes em língua portuguesa. Vcs deviam ter orgulho, pela qualidade crescente do cinema Brasileiro. As produções feitas em Portugal não chegam sequer perto, são uma mer.. e não é um filme que vai servir de postal ilustrado de um país. Pensam q é só no Brasil q há violência, corrupção, tráfico de droga, etc… Portugal tem os mesmos problemas (em menor escala). Acham o gasto de dinheiro publico na produção do filme desperdício? Se soubessem a porcaria q se faz com dinheiro publico em Portugal… O q dizer de 60 minutos de filme onde a imagem é sempre preta, apenas tem vozes e depois de 1 hora dessa bosta, aparece um arco-iris… Gastam-se 200 mil euros e diz-se q é arte… dasss! Falta de imaginação e de formação é o q existe em Portugal em matéria de cinema (salvo mto raras excepções – Recomendo q vejam o filme “Zona J”, fala ao de leve do equivalente das favelas em Lisboa).Não vou deixar de ir ao Brasil, por causa de um filme. É um país maravilhoso com gente fantástica (Ao contrário dos portugueses deprimidos e revoltados com a vida 365 dias por ano). Há, isso sim, sítios que sei que não devo ir “ponto final”. Se vierem a Lisboa e forem passear para o “casal ventoso” tá tudo fodid#, é a mesma coisa.Para terminar: Parabéns Brasil, grande filme! Excelente interpretação do Wagner Moura!Cinema é (ou devia ser) arte, lembrem-se disso.