De passageiros e não-conformidade…

Muitos, como minha Marcinha, gostam de fazer parte, ser essencialmente como todos, salvo as diferenças individuais ditas "normais"

Eu, já prefiro, e sempre preferi, ser diferente, não me conformar aos padrões…

Em parte, talvez seja por causa das minhas idiossincrasias naturais…
Minha dificuldade (quase incapacidade?) em sentir verdadeira empatia pelas pessoas (mas quando sinto é absolutamente inebriante, levando a um sentimento profundo de amor)…

Isto, eu sei que tem fundamento em minha história de vida… Com minha terapeuta de tantos anos, já consegui determinar isso…

O que permanece misterioso, embora não incomode (e se não traz sofrimento, não é problema, dizem os especialistas), é meu Passageiro Sombrio, para citar Dexter… Passageiro que pode ser incômodo, mas nada mais, pois se tenho a capacidade de sentir empatia e amar, torno-me imune a ele

Outra não-conformidade, está no meu desprezo à Moral vigente, e suas conotações ilógicas… Mas tenho minha ética, com lógica…

E meu desejo? Ah, Desejo

"Desejo é tudo o que você sempre quis.
Quem quer que seja você.
O que quer que seja você.
Tudo."

Anúncios

3 Respostas para “De passageiros e não-conformidade…

  1. Sempre gostei de ser diferente, e na maioria prefiro, porque ser “socialmente correto” vai contra minhas convicções do que é respeito…
    Beijos!!